O Profeta

E quando questionado por seus discípulos:

“Can Zuera Ends?”

O profeta se colocou a pensar e saiu em uma jornada pensando em como responder, ele se afastou, pensando na ultima pergunta de Issac Asimov ele andou, e andou, por dias, e semanas e messes, ele viu coisas com as quais apenas sonhamos…

Ele encontrou com um sábio e poderoso bruxo médico:

O sábio e poderoso bruxo médico lhe indicou um caminho para seguir em sua peregrinação, lhe receitou uma dose porte de Tylenol, ele foi até a farmácia onde comprou tanto Tylenol quanto possível, e tomou tudo de uma unica vez:

O profeta se ergue e olhou em direção ao sol, cansado e com calor, ele andou ainda pensando na pergunta, ela acabaria algum dia? Ele não tinha certeza, mas não poderia retornar enquanto não tivesse a resposta, ele então caminhou para o encontro de seu Mestre, andou até o México-Brasileiro, local onde existem Mexicanos que falam português e conhecem mais da história do Brasil do que da própria, entrou em uma escola onde ele substituía um professor que naquele momento se fartava nos braços da mãe de um dos alunos, o que pode parecer impróprio, mas eles não achavam, seu Mestre estava velho e cansado, alguns até diziam que já havia morrido, mas eis que ele viu o momento sublime em que o velho e sábio Mestre ensinou as crianças, um lição, que muitos não se lembrariam jamais, mas se apenas um deles se lembrasse, teria valido a pena:

Com lágrimas nos olhos o profeta retornou, correu pelas colinas e montanhas, correu por entre as árvores e os mares, até encontrar seus discípulos, reunidos no lugar onde os deixou, um deles o encarou com curiosidade e questionou pela segunda vez:

“Can Zuera Ends?”

E o Profeta agora mais sábio do que antes respondeu:

“Zuera Can Never Ends! Zuera Will Go On!”

Seus alunos e discípulos o aplaudiram com lágrimas em seus olhos, pois sabiam que a Zuera nunca acabaria, ela iria continuar, para sempre, e sempre e sempre.

Always! And For Ever!

Bom Dia!

 

Comentários

Comentários!