Let Me Tell You About Homestuck!

Eu sei o que você está pensando:

- “Tio Pink deve estar levando grana por fora, ele só faz reviews agora, vamos bater nele com um taco de madeira e castrá-lo!”

Pois saiba seu Pseudo-Ectobiologista… Que eu comecei esse artigo em 29 de junho, antes mesmo de termos uma categoria de analises, mas só resolvi finalizar agora, pois sou uma pessoa deverás preguiçosa ocupada!

Ta, vocês não se importam, então… Sei lá… Vamos falar de Homestuck?

Um jovem garoto está em seu quarto.

Vamos lá, Homestuck se trata de uma WebComic criada por Andrew Hussie, ela trata de quatro crianças, depois doze trolls depois outros doze trolls, depois mais quatro crianças, depois dois Cherubs… É pois é… Mas tudo começou com um jovem garoto em seu quarto, no dia de seu aniversário, o nome desse garoto é Zoosmell Pooplord John Egbert, e quem é John Egbert? Bom… Spoilers!

Spoiler Alert

E aqui estamos, Homestuck é dividido em vários atos, que por sua vez são divididos em sub-atos que por sua vez são divididos em sub-sub-atos e assim ad infinitum

A principio nós temos a apresentação dos personagens, antes de mais nada caso esteja planejando ler saiba que praticamente todas as imagens que você vê na Interweb sobre Homestuck estão referenciando os Trolls, mas eles só protagonizarão o Ato 5 ato 1, não espere muito desse ato, os personagens são ótimos, mas a história em si é muito corrida, propositalmente, ele não vai mostrar novamente como cada um dos personagens entrou no jogo, você já viu como as crianças fizeram isso nos atos anteriores, então não tenha pressa, aprecie os atos anteriores… Principalmente a Intermission, você verá menções ao Final Boss da Série, Lrd English e do vilão responsável por boa parte da movimentação da história Jack Noir ou Spades Slick, eles são o mesmo ser, não pule a Intermission, sério, mafiosos e viagens no tempo, se pular não entenderá mais nada, não que caso você leia tudo você conseguirá entender, mas as coisas serão um pouco menos confusas…

O que você precisa saber? A arte não é nada magnifico, é feita basicamente no Paint (afinal o site se chama mspaintadventure.com).

Atualizando 07-09-2013 -> 07:36

Retificando! O Senhor Hussie afirmou que só fez as primeiras páginas de Jailbreak (sua primeira comic a ser publicada no site) no Paint, fora disso ele utilizou basicamente o Photoshop! 

Eu sou humano gente, sou passível de falhas também, por mais que talvez não pareça devido ao meu profissionalismo.

A história gira em torno de um jogo chamado Sburb, John acaba de receber a versão Beta desse jogo, e hoje é o dia em que ele e seus amigos jogaram esse misterioso jogo, são eles Dave, o Cool Guy de óculos escuros, com o irmão maneiro, Rose, a garota inteligente e de personalidade forte, Jade a garota mais infantil e meiga, que sabe de coisas relacionadas aos eventos do jogo, e o próprio John… O protagonista meio panaca que costuma se atrapalhar, para se jogar esse jogo é necessário no minimo dois jogadores, um servirá de servidor e outro de cliente, e vice-versa, então ambos serão capazes de entrar no jogo, o jogo leva os jogadores pra outra dimensão onde eles deverão recriar o universo, cronologicamente, os primeiros a jogar o jogo dos quais nós temos ciência são os ancestrais dos trolls.

Baroness


Os únicos personagens que foram realmente vitoriosos, reencarnaram com formas diferentes em um universo, onde criaram o que sabemos ser o mundo dos trolls, os vencedores azarados, falo mais sobre isso em seguida, mas deixe-me falar um pouco sobre eles!

Os Trolls utilizam-se de um sistema de cores pra definir a hierarquia, aqueles que possuem o sangue vermelho são os que tem a classe mais baixa, isso evolui para um tom mais escuro de vermelho, amarelo, verde, azul, azul escuro, roxo e finalmente o tom mais escuro de purpura, cada um deles usa um signo do zodíaco, sendo Peixes a hierarquia mais alta, e descendo até Áries em ordem, com exceção de Câncer, Karkat, o Troll de câncer (e acredite é difícil pra mim falar isso sem imaginá-lo usando uma armadura de ouro) possui o sangue vermelho da mesma cor que os humanos, o que o torna o troll de mais baixa classe entre todos, ele sem nenhum poder especial, é o líder dos trolls e consegue os conduzir para a vitória, eles venceram o jogo, derrotaram o rei e etc… Infelizmente… Antes de poder acessar o Universo que criaram, eles são atacados por Bec Noir, sim, ele é Jack depois de transcender.

Bec Noir

É importante avisar que Jack é um personagem padrão do jogo, ele está em todas as versões de Sburb, mas nem sempre segue o mesmo caminho, o Jack do universo dos Trolls os ajudou a vencer o jogo, enquanto que o Jack do universo das crianças, bem…

No universo das crianças, elas não entraram numa sessão comum, elas entraram numa sessão nula, é uma sessão onde a vitória é impossível, vamos explicar, o poder dos reis/rainhas sei lá… (vilões padrão do jogo) vem dos anéis, eles dão aos reis poder similar ao de todos os seres “prototipados” durante o jogo, mas quando John falha em prototipar uma boneca e permite que o cachorro de Jade, Bec, um “Primeiro Guardião” se prototipe, Jack recebe poderes quase divinos (você é apresentado ao cachorro antes, e ele come material radioativo), tudo bem… Pra simplificar, as ações deles geraram um inimigo invencível que os obrigou a resetar o jogo os levando a sessão das crianças alfa, simplificando, é a sessão onde estamos atualmente na série (Ato 6 Ato 1 2 3 4 5 6).

O autor usa muito de metalinguagem se inserindo várias vezes na série, além disso, ele coloca os personagens numa situação onde as crianças e os trolls conversam em linhas temporais diferentes, a primeira vez que Karkat fala com John, é a ultima vez que John fala com Karkat antes deles resetarem o jogo, o que deixa o troll deverás espantado, e o faz começar a conversar (ou trollar) as crianças retroativamente, assim como seus parceiros.

Fim do Ato 1!

Fim do Ato 1!


Eu vou tentar descrever superficialmente cada ato até o 5º, me perdoem se eu me confundir com alguns eventos, mas faz quase um ano que eu os li, então minha memória está perdida em dezenas de outras coisas.

Act 1 - The Note Desolation Plays: O Ato 1 é a apresentação do protagonista John, e do jogo Sburb, nele você vê como funciona basicamente o sistema do jogo e as ações necessárias para entrar na sessão, a partir dai é que as coisas começariam de verdade, também nesse ato é a apresentação de Rose Lalonde a garota que tem problemas com a mãe, da mesma forma que John tem problemas com o pai, antes mesmo do inicio do jogo você nota isso, John passa por uma aventura apenas para conseguir pegar o CD do jogo sem cruzar com seu pai e ser obrigado a comer seus deliciosos bolos, pois por alguma razão ele não gosta dos bolos da marca Betty Crocker (Que depois se revela uma empresa de fachada para ações do MAL!!!), curiosamente Betty Crocker é uma empresa real e pelo que ouvi o autor da série realmente não gosta dos bolos de lá.

Act 2 – Rais of the Conductor’s Baton: O Ato 2 continua com a história de John após este entrar no jogo, você conhece também o que parecem ser os sobreviventes de uma terra pós-apocalíptica, e devastada, eu não vou falar muito dos personagens, pois não me lembro de seus nomes, mas temos o Prefeito, a ex-rainha branca, a samurai (é assim que eu chamo ela pelo menos) e o cara que se veste com faixas da policia de não ultrapasse, apesar de estarem em um futuro teoricamente pós-jogo, suas ações afetam a continuidade do mesmo e eles são afetados de forma similar, eles são conhecidos como Exilados, além disso temos a apresentação de Dave Strider, o cara legal que usa óculos escuros e apanha do irmão ninja gay (só descobrimos isso no Ato 6) que corta um meteoro com uma espada posteriormente… É… É bem por ai que a série vai, também somos apresentados ao fantoche Cal que pertence ao irmão de Dave, mas isso não vem ao caso por enquanto.

Act 3 – Insane Corkscrew Haymakers: O Ato 3 Apresenta a ultima das crianças Beta (Beta, pois eles jogam a versão Beta do jogo), Jade Harley, a garota dentuça de óculos com um cão semi-deus e um avô empalhado, ele também começa a mostrar mais a interação entre as crianças e os trolls, apesar de ainda ser bem escassa.

Intermission 1 - Don’t Bleed on the Suits: Não pule a intermissão, ela segue Jack Noir (Que a essa altura você já terá visto outra de suas versões matar a rainha negra e tomar seu lugar como vilão) um mafioso misterioso que (me digam se estiver errado) surgiu com sua gangue (The Midnight Crew) em outra das séries de Hussie que antecedeu Homestuck, é ótima e você verá os Leprechauns que trabalham para o Lrd English o vilão final da série.


Act 4 – Flight of the Paradox Clones: O Ato 4 começa a mostrar os trolls e os mostra mais próximos das crianças, ele também revela que John é irmão de Jade, Dave de Rose e todos os parentes que eles pensaram ter tecnicamente são seus parentes, mas de forma diferente do que eles achavam… Por exemplo, o pai de John é na verdade seu irmão, sua avó é na verdade sua mãe, e a mãe de Rose é simultaneamente a filha desta e assim por diante… Sim, tudo fica meio confuso, nesse momento eu te aconselho a desistir de tentar entender tudo sozinho e ir até a http://mspaintadventures.wikia.com pra tentar esclarecer algumas coisas, mas cuidado com spoilers.

Act 5 – Act 1 – Mob1us Doubl3 R34ch4round: O Ato dos trolls, é mostrado quem eles são, como sua sociedade funciona, enfim, tudo a respeito deles, incluindo a forma como se relacionam, com quatro formas de sentimento, os trolls não experimentam o amor como os humanos, apenas como um sentimento positivo, eles o sentem em quatro níveis:

Sim, eu vou falar do quadrante!

Sim, eu vou falar dos quadrantes!


O amor para os trolls é dividido dessa forma, os sentimentos positivos a cima, e os negativos abaixo, os com fins… Reprodutivos a esquerda e os conciliatórios a direita.

MatespritshipRepresentado pelo simbolo de copas, é o amor da forma que os humanos experimentam, um sentimento de desejo e carinho por outra pessoa, por isso o mais fácil de ser explicado, é a paixão em si;

Moirallegiance: O quadrante pálido, uma forma de se definir parece ser amizade, mas não é apenas sobre serem melhores amigos 4 ever, nesse tipo de relacionamento, muitas vezes um troll é incapaz de se controlar e pode se tornar destrutivo ou algo similar (Como o caso de Gamzee o troll de Capricórnio) e seu Moiral é a unica pessoa capaz de pará-lo nesses casos (no caso de Gamzee é Karkat), esse tipo de sentimento é considerado pelos trolls um tipo de amor.

Auspisticism: O quadrante mais acinzentado, não é tão claro a forma como isso é um sentimento, já que para começar ele necessita de três pessoas, em alguns casos dois trolls podem ser incapazes de conviver, porém de alguma forma é necessário que elas estejam juntas, nesse caso existe esse mediador que impede (ao menos teoricamente) que os trolls se destruam e em alguns casos entrem no ultimo dos quadrantes a ser mencionado.

Kismesissitude: O amor com ódio? Difícil de explicar esse sentimento, ele basicamente se trata de uma obsessão, ou mesmo um tipo estranho e doentio de amor, os trolls sentem a necessidade um do outro mesmo se odiando plenamente, eles desejam-se e desejam o mal um do outro, é um pouco complicado para se explicar, mas é bem fácil de ser demonstrado.

Posteriormente a isso, o Ato revela outro dos Primeiros Guardiões, o Doc Scratch este, diferente de Bec (Cão de Jade) trabalha para o Lrd English, ele habita a sessão dos trolls e se envolve em algumas de suas ações, chegando a cegar Vriska (Troll de Escorpião), o Ato não foca tanto nas ações dos trolls para entrar no jogo, ou no próprio jogo, ele passa superficialmente por isso, tendo mais trabalho em apresentar os personagens e demonstrar suas particularidades.

Act 5 – Act 2 – He is Already Here: O ato mostra o motivo pelo qual os trolls inicialmente odiavam as crianças e culpavam John por não receberem seu prêmio ao vencer o jogo, durante a entrada de Jade no jogo Bec se prototipa, como mencionei anteriormente isso da a Jack os poderes de um Primeiro Guardião, ele consegue invadir a sessão dos trolls antes destes reclamarem seu prêmio e os derrota rapidamente, os obrigando a fugir e permanecer escondidos pelo tempo que lhes resta, a solução encontrada por ambos os grupos é resetar o jogo, fugir para outra sessão onde poderiam ganhar, e destruir a fonte dos poderes de Jack, porém, fazendo isso, eles acabariam trazendo um vilão maior que o próprio Jack.

Cascade: Se trata de uma longa animação que encerra o Ato 5 e fecha-o, mostrando a destruição da sessão em que eles estavam e a fuga deles para outra, nessa animação vemos a morte de Doc Scratch que engana as crianças, para que elas pensem que sua morte destruiria a fonte dos poderes de Jack, quando na verdade ela a cria.

Intermission 2 – The Man in the Cairo Overcoat: Bem, é outra animação, relativamente curta, que mostra o surgimento do vilão final da série, o temível
Lrd English.

Bem, eu não pretendo falar do Ato 6 nesse artigo, pois ficaria muito extenso, A série irá acabar no ato 7 possivelmente, ainda em 2013 (ou 2014, realmente não tenho certeza), mas, deixe-me falar um pouco mais sobre a série em si…

Homestuck é uma série feita para fãs, no inicio Hussie permitia que os fãs opinassem e até ordenassem algumas das ações dos personagens, como um jogo interativo, mas no Ato 5 ele tomou total controle da série, e a história segue.

Hussie e Cal


Pois então, a série é bem feita e fechada, ela não se torna maçante, ela não entra em contradição, mas ela pode ser um pouco confusa… Você precisa ler tudo com muita atenção para conseguir compreender, em duvida existe uma wiki própria pra série que você pode ler para entender mais a história, a fandom dessa série é uma das coisas mais interessantes, você tem centenas de páginas que homenageiam a série, desde crossovers com My Little Pony até o clássico e desaconselhável para menores de idade: Nudestuck, página dedicada a cosplays dos personagens… Sem roupa…

A história é boa e valida, vale a pena ser lida mesmo que apenas pra você, mas você se divertirá mais se participar mesmo que apenas da Fanbase da Comic, veja os fanboys sendo fanboys e fangirls sendo fangirls, em níveis que você jamais imaginou.

Então... Não leia esperando grandes desenhos!

Então… Não leia esperando grandes desenhos!

Pra encerrar a série vale a pena pelo roteiro, eu ainda não voltei a ler depois do hiatos, por falta de tempo, e algumas trollagens que o autor gosta de fazer com os fãs, mas eu pretendo retornar antes do fim da série, vale a pena você tirar um tempo pra ler a série, caso você esteja com bastante tempo livre, vá se divertir!

Nota final: 8,5/10. Quando a série acabar devo fazer um artigo a parte para os últimos atos… Até mais crianças! o/

Comentários

Comentários!