Heterofobia – Capitulo 2: O Leão

Foto meramente ilustrativa sem conexão com os personagens da história.

Foto meramente ilustrativa sem conexão com os personagens da história.

Jair corria desesperado, não podia permitir que algo acontecesse com Jean, não se perdoaria se algo acontecesse com ele, sem que pudesse revelar a verdade.

Sem que pudesse revelar como se sentia.

Ao chegar até a origem do grito viu Jean caído no chão com uma expressão assustada no rosto, a sua frente um enorme Leão de pelagem dourada como o sol o encarava parecendo faminto.

Jean – Jair?

Jair – Calma! Eu lido com isso! – Disse se aproximando do enorme felino que o segue com os olhos.

Jean – O que você vai…

Jair – Calma! Calma! – Disse se aproximando do felino – Oh gatinho, escuta aqui, é melhor você ir lá pro outro lado da ilha, por que você é um e nós somos dois, ou seja, nós somos a maioria, e a minoria tem que se curvar a vontade da maioria!

O leão rugiu parecendo irritado e avançou alguns passos erguendo sua pata poderosa para arranhar Jair, porém sua voz corta o ar como uma navalha.

Jair – DA QUE EU TE DOU OUTRA! – Gritou com força, os pelos do Leão se eriçaram e ele recuou.

Jean – Como você… – Começou a dizer, mas foi interrompido.

Jair – Eu já to acostumado a lidar com gatinhos, afinal, tenho que lidar direto com você.

Jean – O que você falou? – Perguntou se levantando irritado – Pera ai… Você disse que eu sou gatinho? – Perguntou um pouco confuso.

Jair – Não – Disse corando – Eu disse que… Leão que muito ruge não morde, foi isso que eu quis dizer.

Jean – Eu tenho quase certeza que não é esse o ditado.

Jair – De toda forma eu fico feliz que você tá bem.

Jean – É a segunda vez que você me ajuda hoje.

Jair – Bom, eu não ia querer ficar aqui sozinho, sem ter ninguém pra encher o saco né?

Jean pega um punhado de areia e joga contra Jair o sujando.

Jair – Mas que…

Jean – Se não gostou devolve – Disse com um sorriso zombeteiro nos lábios.

Jair – Mas pode ter certeza que vou sim! – Disse se abaixando e pegando um punhado de areia no chão e correndo atrás do rapaz.

O leão observa os dois se afastarem silenciosamente, parecendo consternado, ele se vira e começa a caminhar para a escuridão, tramando algo.

Algo que os dois jamais seriam capazes de imaginar.

Continua…

Comentários

Postado em Desfatos em por .

Comentários!