Arquivo do Butch

Boa noite amiguinhos, estou preparando esse post com sono e pronto para cair na cama, mas como não pude esperar mais para publicar e deixar o assunto esfriar, vou publicar algumas imagens da Comic Con Experience 2015 ou CCXP 2015, eu e o Pink fomos (em dias diferentes) e compilamos algumas imagens legais para vocês, se você se encontrar aqui manda um salve nos comentários.

 

Esse artigo foi postado originalmente no dia 16 de fevereiro, mas teve de ser restaurado devido a complicações envolvendo nitro e pó de serra.

Pra alegria dos fãs de Breaking Bad o spinoff prometido Better Call Saul finalmente estreou (a notícia já é velha tendo em vista que a série já ta no indo para o seu 3º episódio) fiquei esperando ansiosamente e estou muito animado em poder voltar para Albuquerque. Para quem ainda não viu os dois primeiros relaxem, não darei spoilers nesse post, vou simplesmente tentar transmitir minhas primeiras impressões de forma completamente parcial como qualquer fanboy.

 

A série agora acompanha a vida do advogado fudido Jimmy McGill, exato ele ainda não assumiu sua identidade, por enquanto Jimmy é um advogado quebrado de grana querendo ganhar a vida. Já no primeiro episódio a gente já sente muito do ambiente de Breaking Bad, uma coisa que fica claro é o ritmo que eles começam a contar a série, o primeiro de Breaking Bad por exemplo é extremamente rápido, cenas de ação, morte, drama, tudo no primeiro, isso é um jeito que os produtores dão pra chamar nossa atenção pra nos prender e então a partir dai contar a história no ritmo normal, tanto que pra quem viu sabe que existem episódios de Breaking Bad onde nada acontece, o que não torna o episódio menos genial.

Já em Better Call Saul a dinâmica é diferente o público já adora esse universo não há a BetterCallSaulnecessidade de prender ninguém então o piloto da série tem o ritmo totalmente diferente, o que não é cansativo, Vince Gilligan consegue nos manter preso sem cansar, contar a história, fechar os episódios e deixar na vontade de ver o próximo, tudo isso sem exageros e com a qualidade artística que ele tem.

Better Call Saul nos trás referências constantes a Breaking Bad, seja nos personagens mas também nos pequenos detalhes, um cara que é muito bom no que faz mas está quebrado, Saul Goodman terá seu Breaking Bad, virará para o lado negro por motivações que vão além? E talvez como o senhor branco ele continue porque simplesmente gosta disso, outros elementos recorrentes como um escritório de advocacia que fez sucesso graças ao trabalho de um advogado que hoje está quebrado e não é reconhecido por isso, uma doença que pode vir a ser uma das motivações de Saul, o orgulho que não permite que ele aceite ajuda (bom não quero dar spoilers mas elementos da narrativa fazem constantes referências) até o fim do primeiro episódio que é de fazer você pular da cadeira.

Better Call Saul não precisa te conquistar Vince Gilligan já fez isso em Breaking Bad e isso é bom, a série já está madura, o que é bom já que só terá uma temporada outra coisa sensacional é que a série sai simultaneamente no Netflix ou seja os episódios saem na TV e já estão na internet com legenda e dublagem em portugues e você pode assistir quando quiser. Uma das coisas que me motivam a assistir, eu não consigo é acompanhar uma série na TV, eu queria muito estar acompanhando Gothan mas perdi tantos episódios que até desisti.

Pra quem quiser acompanhar os novos episódios toda Terça-Feira sai um novo no Netflix, e comentem abaixo suas impressões, falar das nossas previsões e criar teorias, apesar que temos que ser rápidos a série terá 10 episódios o terceiro está saindo, ou seja, a série acabou de começar e já está acabando.

Achei esse vídeo enquanto surfava na net e achei sensacional, mostra com muita qualidade como o uso de objetos no cinema pode criar emoções além da narrativa, o que é um detalhe que passa desapercebido por muitos, ele vale a pena ser visto, está em inglês, mas não é tão difícil entender, se eu achar uma versão legendada publicarei aqui. E outra coisa a trilha sonora do vídeo também é foda.

Why Props Matter from Rishi Kaneria on Vimeo.

Pink falando!

Eis que entro no chat do Misinformation no facebook (Sim, nós temos um chat), e o Butch havia lançado o seguinte comentário:

Butch: Fiz o post de um ano de blog, seria legal se td mundo desse uma contribuída.

Entusiasmado, curioso, confesso até um pouco temeroso, acesso o blog e me deparo com um post vazio…

Porém criado em nome do Butch!

Falarei mais com o tempo… Ainda tenho muito a dizer nesse post!

Tyler:

Um ano de blog….

Caramba parece que faz mais tempo do que isso. Tanta coisa acaba acontecendo em um ano que dá a impressão de que foi bem mais. Lembram das manifestações que tavam rolando ano passado? Foi nessa época que foi lançado o Misinformation.

Primeiro post sobre o assunto inclusive.

E depois disso, matérias sobre filmes, jogos, curiosidades, Mr. Pink com polêmicas, fatos nem tanto assim besteiras, miss-informations, Pink com mais polêmicas e mais polêmicas e de tudo um pouco.

Sem contar os gameplays e podcasts que quase são maneiros pacas.

Mais interessante é o tanto de coisa que acontece nas nossas vidas. Pare e pense caro leitor, o que você estava fazendo ano passado? E como você está agora? Nada mudou né? Bem-vindo ao clube!

Bom…

Eu me demiti e vim pro Canadá.

Foi uma boa mudança mas também muita sorte e trabalho duro.

Mentiroso.

Eu me afastei do blog por um tempo porque estava abrindo novas franquias ao redor do globo e agora estou juntando material para fazer umas postagens sobre essa grande nação que é o Canadá. Grande, mas mais da metade é coberta por gelo e inabitável. Obrigado a todos vocês três leitores que nos acompanharam e dedicaram seu tempo com nossas besteiras.

Todos sabem quanto sou “fã” da cultura virgem otaku, animes, mangá e essa viadagem toda, felizmente nas minhas andanças pela internet entrei no Fail Wars, um dos blogs que eu acompanho a mais tempo (jabá gratuito), e me deparei com essa maravilha da internet, uma versão redublada de Cavaleiros do Zodíaco, ou como eu gosto de chamar: a versão definitiva de Cavaleiros do Zodíaco bem melhor que a original.

Não e exagero, eu morro de rir a cada episódio dessa série, e na minha opinião de merda é o melhor trabalho de redublagem que você vai achar por ai. Ok eu sou meio chato com animes, não curto quase nada de cultura japonesa e até hoje só assisti Pokemon (até a liga johto), acho o Cavaleiros do Zodíaco chato, cansativo e repetitivo com narrativa infantil, diálogos demorados e péssimas justificativas para concertar falhas de enredo, mesmo quando criança não via muita graça, mas tem quem goste, também não curto nenhum outro tipo de Naruto que tem por ai. Bom agora que adquiri o ódio da maior parte do nosso público que com certeza sofreu bulling na escola vamos continuar, isso se você ainda estiver lendo o artigo depois de todas as minhas ofensas gratuitas, bom, tenho muito a falar dessa obra de arte que é CDZ VaiSeiya!

- Se o mermo cavaleiro que deu o golpe fatal, golpear pelo otro lado, pode fazzzer o coração voltar a bater.

- Como você sabe disso Dr.??

- Discovery Channel!!

Com um trabalho incrível de redublagem e edição do canal Invasores do Espaço, a produção é impecavelmente, a dublagem é profissional, nada parecido com Chaves Drogado ou aqueles Youtube Poops que eu adoro, as piadas são inteligentes e criativas, você não precisa conhecer muito do universo de CDZ pra entender, eles brincam com vários elementos da série e não é nem um pouco ofensivo para o público que gosta do desenho, você que é fã com certeza vai curtir, o mestre Ancião falando como se fosse o Yoda e o Shiryu sem entender nada, a Atena uma patricinha com problemas psicológicos, o mordomo da vassoura e obviamente o Shun e sua sexualidade, nessa série, muito resolvida, if you know what I mean…

- Seiya, eu vim falar sobre uma presença malégna que senti no coliseu

- Presença malígna

- Então você também sentiu, Seiya??

- Malígna, – Malégna, – Malig, – Legna, – M A L Í G NA!!

Obviamente um trabalho tão bem feito leva tempo, até o momento dessa publicação existem 10 episódios prontos, a série foi lançada a 2 anos , os episódios são lançados com uma frequência média de 2 meses, o que é muito justificável.

Bom ja babei ovo pra caralho desse projeto, que eu torço que continue, e espero que tenha despertado seu interesse em ver a série, então vou deixar aqui o primeiro episódio para você, se não curtir muito, peço que mesmo assim continue, a evolução no trabalho é evidente, meu episódio favorito até agora é o 4º, onde o Seiya luta com o Shiryu de dragão, e a continuação e igualmente foda.