Cores Reservadas

Todo “Cão” Tem seu Dia.

Todos aqui sabem minha posição política (Liberal de Direita), enquanto Butch tende mais pra centro-esquerda e Tyler para anarquia (Não, não é piada, por isso ele é o Tyler), mas recentemente um meme interessante na página do facebook chamada Liberalismo da Zoeira me chamou a atenção, e pela piada Tyler me aconselhou a postar algumas das imagens aqui.

Então vou fazer algo que sempre evito fazer aqui, piadas de ideologia política.

Ciente de que ao terminar isso Butch estará me aguardando com um pedaço de pau aqui vão algumas das invenções da burguesia para fazer o proletariado comprar algo:

Lembrem-se sempre!

Lembrem-se sempre!

Wow! E quero mesmo dizer… Wow!

Como vão minhas pessoas criativas? Tudo bem com vocês? Acabo de ver a continuação do épico vídeo: “Don’t Hug Me, I’m Scared” e é tão genial quanto o primeiro, e caso você não tenha visto ainda, está aqui em baixo:

Como vão sujeitos sem predicado? Mudando do bukakke da água pro vinho, depois de um artigo sobre o show da UDR, falemos de Rebecca Black!

O que falar desse ícone pós-moderno do eterno desalento? Bem, Rebecca começou seu sucesso com a icônica musica Friday!

Musica está que tem atualmente um dos maiores números de deslikes do Youtube, com mais de um milhão e duzentos mil, contra algo em torno de trezentos e vinte mil likes.

Nessa sexta-feira dia 6 de Dezembro o Misinformation foi ao show da UDR no Inferno aqui em São Paulo!

O grupo seguiu pela Augusta ate o Inferno Club, onde seria o show, porem na hora onde coragem era mais necessária, Tyler adquiriu tom amarelado e correu para casa, porem nossos intrépidos, e dementes repórteres Butch e Pink permaneceram ate o final do magnifico show.

O show teve abertura de PC Siqueira e contou com a presença de outros amigos da banda como Heitor de Paola do grupo Lektronik.

Butch tirou algumas fotos com seu Iphone, porem a qualidade esta bem duvidosa!

1003934_10201326301587440_1685501342_n

Aquaplay – Sou uma diva!

Todos conhecemos Cavaleiros do Zodíaco (Saint Seiya no original), um desenho sobre poderosos homens que utilizavam armaduras feitas dos mais diversos materiais para combater uns aos outros em nomes de deuses gregos e as vezes nórdicos e cristãos.

Mas poucas coisas fazem sentido na série, e não é só por se tratar de um anime/mangá, que nós podemos deixar tudo na nossa área de supressão de descrença e dizer que está tudo bem, apesar de ser um marco para toda uma geração, ele comete erros crassos em relação a física, mas existe uma teoria que pode justificar tudo isso.

Blefando!

Blefando!

E se tudo o que eles falam não passar de um blefe?