Colunas

Uma coluna é um elemento arquitetônico destinado a receber as cargas verticais de uma obra de arquitetura.
Fonte: Wikipedia.

Todo remake é um prato cheio para os haters, mas essa versão está realmente me impressionando, desde os comentários que o Padilha (diretor brasileiro do Tropa de Elite 1 e 2) fez durante a Comic Con e agora com esse trailer que do meu ponto de vista está foda.

Muitos vão questionar a nova origem que deram ao personagem, mas eu achei que as modificações foram extremamente justas, nessa nova versão o Robocop não morre ele sofre um atentado e é amputado mas ainda será o Alex Murphy diferente da primeira versão onde ele esquecia do passado, e isso deixa espaço para testar a humanidade do personagem, que aparentemente será um ponto forte do enredo, isso me lembra um pouco do Capitão Nascimento o que não é por menos

Outra questão que levantaram durante a conferência da Comic Con foi o porque dele ter uma mão humana e uma robótica ao invés das duas robóticas como o original, e o Padilha respondeu “armas não matam pessoas, mas sim quem puxa o gatilho” o filme como era de se esperar vindo do Padilha traz um questionamento moral muito além só da ação, Murphy é apenas um passageiro da máquina, a crítica vai muito além, ainda mais em um país que tem a cultura da arma, como é os EUA., e a ideia do Robocop ter uma mão humana representa muito bem essa proposta.

Bom assista aqui o trailer (ainda em inglês) e tire suas conclusões.

 

Venho por intermédio dessa, (devido ao fato de que indiretas no face são algo muito mainstream), falar da traição… Isso pois a traição que me aflige não pode ser mencionada de forma simples, por que um outro homem que eu confiava, que eu considerava meu amigo e confidente, meu aliado e meu parceiro, não era meu brother, todas as vezes que nos abraçamos nus e fizemos promessas de lutarmos juntos contra um exercito de trolls nada valeram, não quando o assunto se tornou Layla!

Traidor!

Pelo título eu sei que parece ser uma das histórias de Creepy-Pasta do Mr. Pink, mas não é. É uma história um tanto quanto estranha cujo foco está sendo dado em coisas erradas e gostaria de esclarecer alguns fatos.

Acho que a maioria das pessoas que assistem noticíario ou leêm algum jornal virtual ou não com frequência ficou sabendo da notícia.

assassin creed foto noticia morte

O foco da notícia é a foto de Assassin’s Creed

Aqui está o link da notícia

† I WANNA ROCK!
† TUMDUMDUMDUM! TUMDUMDUMDUM!
† I WANNA ROCK!
† TUMDUMDUMDUM! TUMDUMDUMDUM!

Bem, hoje dia 13 de Julho é o Dia Mundial do Rock, e aqui vou eu divagar sobre musica e bandas que eu gosto, e outras coisas mais, vamos lá?

Mr. Pink Floyd

Bem, o que é Rock? Vai saber, poderia dizer que é Elvis, mas prefiro pecar pelo excesso de informação que pela falta, vamos dizer que tudo começou com um homem do Mississípi chamado Robert Johnson:

Segundo R.R. Martin em seu blog o trono criado pela HBO para Guerra dos Tronos não está de acordo com o que ele pensava quando o descreveu no livro.

Segundo ele mesmo disse:

O trono da HBO tornou-se emblemático. E bem que deveria. É um projeto fantástico, e tem servido o show muito bem. Há réplicas e pesos de papel dele em três tamanhos diferentes. Todo mundo sabe disso. Eu amo isso. Eu tenho todas essas réplicas aqui, sentado em minhas prateleiras.

E, no entanto, ainda… ainda não é certo. Não é o Trono de Ferro que eu vejo quando eu estou trabalhando sobre os ventos do inverno. Não é o Trono de Ferro que eu quero que meus leitores vejam. A forma como o trono é descrito nos livros… Enorme, desmedido, preto e torcido, com as escadas íngremes de ferro na frente, o trono do rei que despreza a todos… meu trono é uma besta encurvada que paira sobre a sala do trono, feio e assimétrico …

O trono da HBO é nenhuma dessas coisas. É grande, sim, mas não tão grande como o descrito nos romances. E por uma boa razão. Temos uma enorme sala do trono criada em Belfast, mas não tão grande o suficiente para comportar o Trono de Ferro, como eu imaginei. Por que nós iriamos precisar de algo muito maior, como o interior da Catedral de St. Paul ou a Abadia de Westminster.

Segundo o próprio escritor, o artista Marc Simonetti acertou em cheio o visual do trono. Dê uma olhada:

Vendo esse o da HBO parece tão fraco

Vendo esse o da HBO parece tão fraco

Epic Win!

Epic Win!