brasil

Como vão vocês meus queridos brbrbr?

Então, faço esse artigo, pois notei que alguns de vocês (ou não) tem usado memes com imagens como huehuehue brbr como segue abaixo:

Mas vocês sabem de onde surgiu isso? Vocês sabem que obviamente se trata de uma piada com brasileiros, mas de onde veio? Para onde vai? Vamos lá!

Esse é o post de número 50 do Misinformation.com.br

Decidimos preparar um especial pra vocês!

Solta a vinheta!

Vinheta? Não temos Vinheta…

“Uma Obra Prima” PAULO, Folha de São.
“O melhor site de todos os tempos” VEJA, Revista.
“Criticas justas e imparciais!” CAPITAL, Carta.
“Conteúdo preciso e interessante” MARTIN, George R. R.
“Sátiras inteligentes e bem-humoradas!” TORIYAMA, Akira.
“Textos profundos e bem escritos!” GAIMAN, Neil.

Uma Singela Homenagem ao Pai do Rock Brasileiro!

RAUL ROCK SEIXAS!

E lá estava eu, próximo da Pedra do Gênesis, sobre minha cabeça uma enorme placa possuía a inscrição: “A Sociedade da Grã-Ordem Kavernista Apresenta Sessão das 10“, e eu balancei triste, assustado, enquanto eu tocava mentalmente os “24 Maiores Sucessos da Era do Rock“, aquele dia, que havia começado normalmente, seria conhecido pra sempre como “O Dia em que a Terra Parou“!

Tyler já fez alguns comentários a respeito dos protestos que estão ocorrendo, eu diferente de Butch e Tyler acreditava que a movimentação não mudaria nada, mais um pouco do bom e velho fogo de palha que parecia permear o Brasil a alguns, anos, estava eu errado?

Eu vejo as mascaras de Guy Fawkes que as pessoas reconhecem com as mascaras do V, isso importa? Um simbolo é apenas isso um simbolo, sozinho um simbolo não é nada, bom, essa mascara parece representar muito mais do que apenas o rosto de um homem que tentou explodir o parlamento.

Desde algum tempo eu vinha me desencantando com a cena politica brasileira, uma sensação de repulsa e estagnação, estaria eu errado? Ou estou tentando me enganar agora?

Quem sabe, não gosto de tomar posições sobre o que está acontecendo, concordo com partes do protesto, não sei o quanto dele é real e o quanto não é, mas de alguma forma, talvez seja um primeiro suspiro de um movimento real no Brasil, algo que realmente possa melhorar o pais, algo que pode nos dar verdadeiro orgulho de sermos brasileiros!

Eu estou errado? Eu estava errado? Quem sabe? Os protestos vão continuar, e por bem ou por mal, talvez seja a hora do governo saber que nós estamos aqui, que nós estamos vivos, e que nós não vamos sair daqui!

Eu não culpo a policia por suas ações, estão fazendo o trabalho deles, mas o quanto deve crescer essa movimentação? Será que eles estão realmente felizes com as condições que nos encontramos? Se o protesto crescer o suficiente será que eles não se uniriam a nós? Será que alguns governantes também não se uniriam, um momento de realmente mudar o pais? Bom, agora acho que já estou sonhando, nem todo politico é corrupto, mas muitos são…

Estaria eu errado em imaginar que talvez seja a hora do pais mudar? Estaria eu errado em mais uma vez ter esperanças de que sairemos dessa nulidade? Desse vácuo politico-social em que estamos? Estaria eu errado?

Vamos ver, espero que os movimentos não parem, espero que não seja apenas um movimento de massa de manobra para fins que ainda não nos são inteiramente conhecidos, e espero que dessa vez eu acerte e o Brasil realmente mude para melhorar, para um pais que realmente cuida de seu povo, para um governo que não procura apenas beneficiar a si mesmo, mas procura beneficiar o povo.

Talvez seja a hora do Brasil renascer?

Estaria eu errado?

“Talvez o Brasil já tenha acabado e a gente não tenha se dado conta disso.” (FRANCIS, Paulo)

Estou vendo o que nunca esperava ver: brasileiros tomando uma atitude.

Digo brasileiros, porque, pela primeira vez um muito tempo, vejo o povo unido por uma razão comum. Não é mais a “Marcha da…” ou a “Passeata dos..”, nada de grupinhos ou minorias, é a população reivindicando seus direitos, fazer valer sua opinião e ouvida sua voz.

E isso estou gostando de ver: A união, o sentimento cívico de todos na esperança de uma mudança.

A lição que deve ser aprendida desses últimos dias e dos que estão por vir, não importa qual seja o desfecho, é que O POVO TEM PODER, quando UNIDO.